Restaurante Gambrinus

Restaurante de Cozinha Tradicional Portuguesa em Lisboa
Rua das Portas de Santo Antão 23, LisboaAberto hoje até à(s) 01:30Abre à(s) 12:00Aberto até à(s) 01:30 de amanhãAberto 24 horas

Acerca de nós

Desde 1936, e com o conceito de tradição bem visível, o Gambrinus evidencia os quatro principais pilares que sustentam a sua qualidade e diferenciação: História, Tradição à Mesa, À Barra e Fora de Horas. Atravessando gerações, este Restaurante / Bar / Cervejaria reúne cozinha, serviço e decoração bem como produtos da mais alta qualidade. Não fecha para férias nem faz pontes e está aberto todos os dias do meio-dia à uma e meia da manhã. História Referência no centro da capital portuguesa, com um ambiente de conforto e elegância, avós de hoje transmitem aos filhos e netos o “hábito do Gambrinus”.

Situado em plena Baixa Lisboeta, tem sido palco de importantes acontecimentos sociais, políticos e económicos da cidade.
Em 1964, foi remodelado e ampliado pelo arquiteto Maurício de Vasconcelos, passando a receber o estatuto de Restaurante de luxo que se mantém até hoje. Este arquiteto foi ainda o responsável pela decoração, bem como pelo desenho exclusivo dos candeeiros, mesas com dimensões generosas e confortáveis cadeiras confecionadas em madeira e couro português, gravadas com o logótipo do restaurante. Pormenores da arte portuguesa, misturados com detalhes tradicionais como antiguidades, peças de porcelana da Companhia das Índias, madeiras exóticas, mobiliário da época ou uma lareira em granito português compõem o interior do espaço.

Quando Servir é uma Arte - Um espaço onde se pode reunir em família, fazer negócios, trazer ou encontrar amigos, ou até namorar, junto à lareira.


Tradição à Mesa - Conhecido pela sua cozinha tradicional, com produtos e serviço de primeira qualidade, na mesa ou à barra, são muitos os clientes fiéis aos seus famosos pratos. Em três ambientes distintos, pode optar-se por uma refeição completa à mesa, em uma das duas salas, ou por uma refeição mais ligeira na Barra.
A Sala Grande tem capacidade para oitenta pessoas. Também é conhecida por Sala da Tapeçaria, pois nela se pode apreciar a obra exclusiva do artista Sá Nogueira, representando “As Quatro Estações”, assim como os vitrais alusivos ao Rei Gambrinus e à fabricação da cerveja, do mesmo autor.
A Sala Pequena, mais discreta e acolhedora, com capacidade para trinta pessoas, reúne alguns quadros a óleo e aguarelas de vários autores portugueses.
À mesa podem ser saboreadas várias especialidades como a Sopa Rica de Peixe, o Empadão de Perdiz, o Pregado em Court-Bouillon e o Eisbein com Choucrute. Para quem é apreciador de peixe fresco e marisco ou procura os pratos típicos do nosso país, o Gambrinus é o local de referência. Para terminar, de entre as várias sobremesas imperdíveis, nomeamos os famosos Crepes Suzette, a Mousse de Avelã ou o Soufflé de Baunilha.
À Barra - Na Barra desfruta-se de um ambiente descontraído, ideal para uma refeição mais ligeira, não relegando a qualidade do serviço e uma cozinha rica e variada que vai ao encontro do desejo do cliente.

Fora de Horas - Entre a Baixa Lisboeta e a Avenida da Liberdade, próximo dos teatros e das casas de espetáculos, o Gambrinus propicia o convívio a qualquer hora, seja entre refeições, para jantares prolongados ou, simplesmente, para terminar a noite. Por aqui passam todos aqueles que se dizem amantes da boa comida tradicional. Com fácil acesso pelo Rossio, junto ao Teatro Nacional D. Maria II, o Gambrinus dispõe de voiturier, assim como de estacionamento privado.
Mapa a mostrar a localização da empresa.
Endereço
Rua das Portas de Santo Antão 23
1150-264 Lisboa
Portugal
Obter direções
Contacto
Horário de funcionamento
segunda
12:00 – 01:30
terça
12:00 – 01:30
quarta
12:00 – 01:30
quinta
12:00 – 01:30
sexta
12:00 – 01:30
sábado
12:00 – 01:30
domingo
12:00 – 01:30
Este site utiliza cookies da Google para fornecer serviços. Ao utilizar este site, concorda com a respetiva utilização de cookies.